Cidades

Acidente em voo panorâmico; um pedestre morreu em Ubatuba

O que era para ser apenas uma viagem de fim de ano se transformou em um renascimento para o casal de Bauru (SP) que sobreviveu a queda de um helicóptero em Ubatuba no primeiro dia de 2019.

Vivian Carolina Cataldo e Paulo Thiago Alves sofreram alguns ferimentos, mas saíram praticamente ilesos do acidente que matou um pedestre, atingido pela aeronave. O piloto também sobreviveu sem ferimentos.

“Nasci de novo, é uma nova chance que Deus está nos dando, porque não tem outra explicação, você sobreviver ao um acidente aéreo. É muito rápido e a gente só tem que agradecer a Deus por estar vivo, apesar dos ferimentos, vamos louvar a vida.”, ressalta Paulo Thiago.

Ele e a mulher tinham passado o natal e a virada do ano na cidade do litoral paulista e resolveram fazer o passeio panorâmico. Em imagens feitas pelo celular de Paulo, que estava no banco da frente, é possível ver a aeronave decolando. Aos 58 segundos de voo uma sirene indicava que algo estava errado.

Em seguida a trajetória do helicóptero muda e começa a cair. Ainda é possível ouvir a voz do Paulo, que somente diz “Meu Deus”. O celular continua gravando. Pessoas que passavam pela rua chamaram o socorro.

“Eu me lembro do piloto tirar de cima da areia pra não pegar mais pessoas embaixo, ele desvia de um prédio, bate na copa das árvores, num poste, escuto um estrondo e depois eu não lembro mais nada”, conta o empresário.

Alessandro Correia Leite de 42 anos que passava pela rua foi atingido pela aeronave e morreu na hora. Ele era morador de Ubatuba e faria aniversário neste mês. O casal acredita que a habilidade do piloto fez a diferença, apesar do acidente ter provocado a morte do morador.

“É muito chocante, triste, ainda mais saber que morreu uma pessoa que não tinha culpa de nada. Sabia de nada, nem sabia o que estava acontecendo, mas é uma fatalidade, ninguém teve culpa, ainda mais o piloto, porque ele foi um guerreiro, ele já sabe disso porque a gente deixou bem claro para ele”, completa Vivian.

Após a queda, os três foram socorridos e levados para santa Casa de Ubatuba. Vivian recebeu alta no mesmo dia e o piloto nem chegou a ficar hospitalizado. Já Paulo Thiago teve ruptura da córnea do olho direito, mas depende de mais exames pra saber a gravidade da lesão que inicialmente afetou a visão.

Segundo o casal, todas as despesas médicas estão sendo pagas pela empresa contratada para fazer o voo. Passado o susto os dois já fazem planos para o futuro, e pelo menos paro Paulo Thiago, voar novamente é um deles.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Para o topo